Évora: Museu apresenta arte chinesa com dois mil anos

Évora: Museu apresenta arte chinesa com dois mil anos

Quinta-feira, 21 Setembro 2017
Alentejo

Pela primeira vez, a China enviou para Portugal peças de arte com dois mil anos de história.

Porcelanas, cerâmicas, objetos em vidro, moedas de prata e pinturas a óleo formam a exposição “Cantão e a Rota Marítima da Seda”, que abre hoje no Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo, em Évora.

A mostra, segundo a diretora regional de Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira, assume especial significado por se tratar da primeira vez que um museu chinês é autorizado a enviar para Portugal uma coleção de grande importância histórica.

São peças de porcelana da região de Cantão, na China, que ilustram as relações marítimas e comerciais de Cantão com a Europa e com Portugal.

Para Ana Paula Amendoeira, esta é uma exposição que reflete o crescente interesse da China em Portugal.

O Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo inaugura, pelas 19:00, a exposição, na qual podem ser apreciadas 30 peças do Museu de Guangzhou, entre as quais se encontram porcelanas, cerâmicas, diversos objetos em vidro, moedas de prata e pinturas a óleo.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com