Évora: PCP denuncia a rutura financeira na Câmara Municipal

Évora: PCP denuncia a rutura financeira na Câmara Municipal

Sexta-feira, 22 Junho 2012
Alentejo
O vereador do PCP Eduardo Luciano classificou de “ruinosa” a gestão socialista na Câmara de Évora.
Em conferência de imprensa, realizada ontem na sede da Comissão Concelhia de Évora do PCP, o vereador comunista referiu que o município é, neste momento, o quinto mais endividado do país com um valor total de 78,6 milhões de euros.
“Sempre foi dito que a situação era de desequilíbrio financeiro conjuntural e que a estrutura financeira do município não estava em causa e agora somos confrontados com aquilo que já sabíamos e que tínhamos vindo denunciar quer na Câmara quer na Assembleia com a tal situação de desequilíbrio financeiro estrutural”, disse.
Frisou que “a Câmara de Évora tem um total de dívida de mais de 78 milhões de euros, tem dívida de curto prazo de 56,8 milhões de euros”, considerando que a situação é “perfeitamente calamitosa.”
O vereador do PCP disse que acredita ser insustentável para a autarquia recorrer à linha de crédito disponível, resultante do acordo assinado entre o Governo e a Associação Nacional dos Municípios.
Para Eduardo Luciano, mesmo que a Câmara recorra a este empréstimo, não chegam sequer 20 anos para pagar o valor total da dívida eborense.
“Isto significa que o município que recorra a este fundo corre o risco de durante cinco mandatos os seus eleitos não terem qualquer tipo de autonomia política”, alertou.

Deixe um comentário

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com