Évora: Polícia Judiciária abre unidade de investigação criminal

Évora: Polícia Judiciária abre unidade de investigação criminal

Segunda-feira, 27 Novembro 2017
Alentejo

Évora tem, desde sábado, uma Unidade Local de Investigação Criminal (ULIC) da Polícia Judiciária.

É a primeira estrutura da PJ no Alentejo, após quase 40 anos de avanços e recuos.

A nova unidade, que vai ser dirigida pelo inspetor-chefe Paulo de Carvalho, conta com mais 10 inspetores, três administrativos e dois seguranças.

A ULIC de Évora da PJ vai funcionar nas antigas casas dos magistrados da cidade, perto do Rossio de S. Brás.

Na cerimónia de inauguração, o diretor da PJ justificou a criação da nova unidade com o aumento da cobertura territorial e a “localização estratégica” pela proximidade com estradas importantes e Espanha.

Almeida Rodrigues referiu que “os índices de criminalidade são baixos” na região, indicando que os casos participados cuja competência está a cargo da PJ “não ultrapassam os 300 inquéritos por ano”.

Contudo, mostrou-se convicto de que “esses números são largamente ultrapassados com a instalação da ULIC de Évora”, argumentando que “serão adotadas medidas pro-ativas que permitirão descortinar outros tipos de criminalidade que, não sendo participados, não chegam às instâncias formais de controlo”.

A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, afirmou que a abertura da ULIC de Évora “é um passo singelo, mas pleno de significado”, frisando que “desde há muito” que a PJ apontava para a necessidade da criação desta unidade.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com