Festival em Évora dedicado ao imaterial promete cruzar músicas e culturas

Festival em Évora dedicado ao imaterial promete cruzar músicas e culturas

Quinta-feira, 20 Maio 2021
Alentejo

Évora vai ter em junho um novo festival dedicado ao imaterial e que promete cruzar músicas e culturas de vários pontos do mundo.

Chama-se, precisamente, “Imaterial” e vai decorrer entre 18 e 26 de junho.

Carlos Seixas, também responsável pelo Festival de Músicas do Mundo, em Sines, idealizou este evento, juntamente com Luís Garcia, da Câmara de Évora.

O Imaterial vai realizar-se, ao longo de 10 dias, com a participação de músicos, especialistas, estudiosos, entusiastas, jornalistas e programadores.

A música assume um papel central e está prevista a presença de artistas e músicos do Mali, Turquia, Itália, Azerbaijão, Hungria, Mongólia e de Portugal.

Haverá ainda residência artística, o Iberian Music Meeting, conferências e apresentações.

O vereador Eduardo Luciano conta que o festival estava previsto para 2022, com palcos em vários concelhos do distrito, mas avança já este ano com uma edição especial em Évora.

Carlos Pinto de Sá, presidente da Câmara de Évora e também da Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC), garante que o festival vai avançar no próximo ano para outros concelhos.

Neste edição apenas realizada em Évora, os concertos estão previstos para o Teatro Garcia de Resende e Jardim Público.

O Imaterial é promovido pela Câmara de Évora, CIMAC e Fundação Inatel.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com