Governo fixa zona especial de proteção do Cromeleque dos Almendres

Governo fixa zona especial de proteção do Cromeleque dos Almendres

Quinta-feira, 02 Julho 2020
Alentejo

O Governo fixou uma zona especial de proteção (ZEP) do Cromeleque dos Almendres, situado na União das Freguesias de Tourega e Guadalupe, no concelho de Évora, classificado como monumento nacional.

Assinado pela secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural, Ângela Carvalho Ferreira, o decreto que fixa uma ZEP do monumento foi publicada hoje em Diário da República.

“O diploma define uma zona especial de proteção que tem como fundamento assegurar o enquadramento paisagístico do sítio classificado e as perspetivas da sua contemplação”, pode ler-se no documento.

“Tendo em vista a necessidade de proteger a envolvente do imóvel classificado, são fixadas restrições, as quais foram propostas pela Direção-Geral do Património Cultural, em articulação com a Direção Regional de Cultura do Alentejo, não tendo a Câmara Municipal de Évora apresentado quaisquer observações, e obtiveram parecer favorável do Conselho Nacional de Cultura”, acrescenta.

Segundo a publicação do Governo, o Cormeleque dos Almendres é o mais notável exemplo das primeiras arquiteturas megalíticas, remontando provavelmente ao neolítico médio e correspondendo às mais antigas construções coletivas sagradas deste período e apresentando possível significado astronómico.

Destacam-se a sua dimensão, ainda com 95 monólitos, a presença de gravuras em alguns deles, o seu bom estado de conservação e o facto de se tratar do maior conjunto de menires estruturados de toda a Península Ibérica, e um dos mais relevantes do Megalistismo Europeu.

 

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com