Marcelo defende acordo entre rádios e gestores de direitos na música

Marcelo defende acordo entre rádios e gestores de direitos na música

Segunda-feira, 28 Maio 2018
Nacional

O Presidente da República considera fundamental um acordo entre as rádios e as entidades gestoras dos direitos conexos.

Marcelo Rebelo de Sousa refere que, caso tal não aconteça, a situação pode tornar-se muito difícil para as rádios em Portugal.

A tentação egoísta do “salve-se quem puder”, diz o Chefe de estado, irá prejudicar todas as partes.

Na sessão de encerramento da Convenção Nacional de Rádios, o Presidente da República diz que vai fazer tudo o que puder para “fomentar o acordo” para que continue a existir uma Rádio forte no país.

Sem comunicação social e rádios locais fortes não existe descentralização concluiu o Presidente da República.

Na sua participação na Convenção Nacional de Rádios, Marcelo Rebelo de Sousa recordou as suas inúmeras passagens pela rádio, desde criança até à participação em vários programas nacionais.

Esta iniciativa juntou os membros da Associação Portuguesa de Rádio Difusão e da Associação de Rádios de Inspiração Cristã, no Centro Cultural de Belém, para uma reunião de trabalho sobre direitos de autor e direitos conexos.

Comments are closed.