Ministério Público acusa presidente da Câmara de Estremoz

Ministério Público acusa presidente da Câmara de Estremoz

Sexta-feira, 13 Julho 2018
Alentejo

O Ministério Público deduziu acusação contra o presidente da Câmara de Estremoz, Luís Mourinha, pela prática de cinco crimes de peculato de uso.

Segundo um comunicado do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora, os alegados crimes “decorrem de factos praticados” em 2013 e 2014, no âmbito do exercício das suas funções autárquicas.

De acordo com a acusação, o arguido “fez uso de viatura que lhe estava afeta enquanto presidente de câmara e responsável concelhio da proteção civil para realizar várias viagens de lazer e cariz particular e em proveito próprio e em prejuízo do município.

O inquérito foi dirigido pelo Ministério Público da 2.ª Secção de Évora do DIAP e a investigação foi levada a cabo pela Polícia Judiciária.

Luís Mourinha, eleito por um movimento independente, cumpre o seu terceiro e último mandato consecutivo na presidência da Câmara de Estremoz.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com