Montemor-o-Novo: Erro humano e falha técnica na origem da queda de aeronave

Montemor-o-Novo: Erro humano e falha técnica na origem da queda de aeronave

Quinta-feira, 03 Maio 2012
Alentejo
A queda de uma aeronave em Montemor-o-Novo, em março de 2010 e que levou à morte dos dois ocupantes, foi provocada por erro humano e por uma falha técnica.
A conclusão consta do relatório final do acidente do Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves.
“A incapacidade da aeronave para voar, por ter ido para o ar com a velocidade mínima de sustentação e não conseguir acelerar sem perder altitude, foi considerada a causa mais provável do acidente”, explica a entidade.
Na origem do acidente, ocorrido na tarde de 06 de março de 2010, terão estado duas causas: o facto de o piloto ter descolado com vento forte de cauda, sem que houvesse tabelas ou gráficos para a correção dessa situação e a deterioração da potência desenvolvida pelo motor.
Segundo o relatório, existia uma manga de vento no aeródromo, mas não havia equipamento de medição de direção e intensidade do vento, pelo que o piloto, não se apercebendo da sua verdadeira intensidade, optou por descolar com vento de cauda, evitando ter de rolar ao longo da pista para o outro extremo.

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com