Novo hospital em Évora ainda aguarda reprogramação do Portugal 2020

Novo hospital em Évora ainda aguarda reprogramação do Portugal 2020

Quarta-feira, 07 Novembro 2018
Alentejo

O arranque do projeto do novo Hospital Central do Alentejo, em Évora, ainda aguarda a reprogramação dos fundos comunitários do Portugal 2020.

Foi o que disse a ministra da Saúde, Marta Temido, no Parlamento, em resposta a uma pergunta do deputado do PSD eleito por Évora, António Costa da Silva.

“Tentei encontrar no Orçamento do Estado 2019 uma referência à construção do novo Hospital Central do Alentejo, em Évora, mas não encontrei. Onde estará?”, questionou Costa da Silva.

O parlamentar social-democrata disse ter ficado “com grande expetativa” em relação ao avanço do projeto, depois dos “vários anúncios do Governo, que já são quatro”.

“Quatro Orçamentos do Estado, quatro anúncios para o mesmo hospital”, acrescentou.

Na resposta, a ministra falou da necessária “reprogramação dos fundos estruturais para se poder avançar com o Hospital Central de Évora”, admitindo que as novidades podem “saber a pouco”, mas é o ponto de situação que pode ser partilhado com os deputado.

“Mesmo que tivéssemos as verbas disponíveis já amanhã, de qualquer forma, mais uma vez, teria, pelas tramitações necessárias, que conhecer alguma compasso procedimental para a sua concretização em termos de avanço da obra”, sublinhou.

Os dois políticos falava durante o debate da proposta de Orçamento do Estado para 2019 da área da Saúde com a ministra da Saúde, Marta Temido, no Parlamento.

O Governo determinou, em março deste ano, a constituição de um grupo de trabalho para a preparação e lançamento, num prazo de seis meses, do concurso público internacional do novo hospital, mas o tempo determinado já foi ultrapassado, sem que tenha sido divulgado qualquer desenvolvimento.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com