Paraquedismo não atrasa voos de helicópteros em Évora

Paraquedismo não atrasa voos de helicópteros em Évora

Sexta-feira, 06 Setembro 2019
Alentejo

O paraquedismo não está a atrasar os voos de helicópteros no Aeródromo de Évora, garantiu hoje a câmara municipal.

Esta semana o Jornal de Notícias noticiou que o paraquedismo estava a criar problemas à prontidão das aeronaves da Proteção Civil e de emergência médica no aeródromo de Évora.

Em comunicado, o município diz que “não corresponde à verdade” que exista “incompatibilidade entre a prática do chamado paraquedismo lúdico/desportivo ou de turismo e a presença de meios aéreos de combate a incêndios” no aeródromo.

“Há mais de nove anos, data a partir da qual o meio aéreo de combate a incêndios está estacionado nesta infraestrutura municipal, que os procedimentos estão definidos e aprovados quanto às saídas prioritárias, existindo um contacto permanente entre a torre de informação de voo do aeródromo e todas as aeronaves”, explica a câmara municipal.

Segundo o município, o Aeródromo de Évora “segue as mesmas regras que todos as outras instalações aeroportuárias do género, as quais são definidas e devidamente licenciadas pelas entidades competentes”.

A Câmara de Évora garante que “existe, como tem existindo sempre, uma excelente coordenação entre o diverso tráfego de aeronaves que utilizam o aeródromo e o meio aéreo de combate a incêndios, fruto da enorme responsabilidade e profissionalismo de todos os que utilizam e gerem esta infraestrutura”.

“O melhor exemplo desta exigente coordenação reside no facto de que os 10 minutos previstos e definidos para que a aeronave levante voo desde que é acionada têm sido sempre cumpridos”, afiança.

E acrescenta: “Independentemente das circunstâncias, os meios de emergência e socorro, neste caso o de combate a incêndios, têm sempre a sua prioridade definida. Todas as outras aeronaves que operam no Aeródromo Municipal de Évora incluindo, naturalmente, as de largada de paraquedistas têm sempre de aguardar para descolar/aterrar ou realizar qualquer outro procedimento sempre que as aeronaves prioritárias iniciam a sua operação”.

Foto: CME

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com