PCP condena falta de apoio a muitos criadores e estruturas do Alentejo

PCP condena falta de apoio a muitos criadores e estruturas do Alentejo

Quinta-feira, 03 Dezembro 2020
Alentejo

O PCP lamenta que “muitos criadores e estruturas” do Alentejo tenham ficado sem financiamento do Programa de Apoio a Projetos, na área da Criação e Edição, da Direção-Geral da Artes (DGArtes).

“Na região Alentejo, apenas uma estrutura foi considerada e, mais uma vez, são muitos os criadores e estruturas de criação artística da região que ficam sem qualquer apoio em 2021”, dizem, em comunicado, os comunistas.

Segundo os resultados do programa, conhecidos na passada sexta-feira, o projeto apresentado pela Malvada Associação Artística, com sede em Évora, foi o único do Alentejo que obteve apoio financeiro.

A Direção da Organização Regional de Évora do PCP realça que “ficam de fora centenas de estruturas artísticas, muitas delas da região Alentejo e do distrito de Évora”, sublinhando que “existiram 506 candidaturas, tendo sido apoiadas apenas 110”.

Para os comunistas, com esta decisão, “o Governo do PS reitera a sua opção de desvalorização da cultura e do apoio às artes”.

O PCP de Évora nota também “o flagrante desequilíbrio territorial na atribuição dos apoios”, alertando para os seus “impactos na criação e fruição cultural em todo o território”.

“Dos quatro patamares financeiros, apenas oito dos 110 projetos apoiados não se situam na Área Metropolitana de Lisboa ou no Norte”, exemplifica.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com