PCP defende “necessidade absoluta” do novo Hospital Central do Alentejo

PCP defende “necessidade absoluta” do novo Hospital Central do Alentejo

Sexta-feira, 06 Dezembro 2019
Alentejo

O líder parlamentar do PCP e deputado eleito por Évora, João Oliveira, defendeu hoje a “necessidade absoluta” de construção do novo Hospital Central do Alentejo, em Évora.

“A construção do novo hospital é uma necessidade absoluta e continuaremos a batalhar para que depois de concluído o processo do concurso, que já foi lançado, a obra seja adjudicada e o hospital possa entrar em obra ainda em 2020, porque essa é a garantia de que o processo se torna irreversível para que em 2023 possamos ter um novo hospital”, afirmou.

Para João Oliveira, “há um outro problema” no Alentejo que “tem de ser resolvido e que não pode ficar à espera do novo hospital”.

“É a necessidade de encontrar condições para fixar os profissionais que saúde necessários para prestarem os cuidados de saúde às populações”, realçou presidente da bancada comunistas.

“Isso passa por medidas de incentivo para a fixação dos profissional de melhoria das suas condições de trabalho mas também de medidas que tem de ser tomadas para evitar que o SNS continue a ser sangrado de profissionais pelo negócio da doença que vai proliferando por todo o lado e naturalmente disputa profissionais ao SNS e sobretudo nas regiões do interior cria estas dificuldades que ouvimos”, referiu.

João Oliveira liderou uma comitiva de parlamentares do PCP que visitou hoje a unidade hospitalar, inserida nas jornadas parlamentares que hoje terminam.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com