PCP diz que faltam médicos de saúde pública no Alentejo

PCP diz que faltam médicos de saúde pública no Alentejo

Quarta-feira, 08 Julho 2020
Alentejo

Faltam médicos de saúde pública no Alentejo. O alerta é feito pela Direção Regional do Alentejo (DRA) do PCP.

Em comunicado, a estrutura comunista diz que “desde há muito tempo” que tem vindo a alertar a Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para “a falta de médicos de saúde pública” na região.

“Nada foi feito e hoje são menos de uma dezena os médicos de saúde pública na região”, sublinha o partido, realçando que “o surto de covid-19 é uma emergência de saúde pública de âmbito nacional e internacional” e que “a ARS do Alentejo e o Governo terão de assumir a responsabilidade”.

Os comunistas salientaram também “os atrasos deliberados” no lançamento do novo Hospital Central do Alentejo, a construir em Évora, e a “não concretização da construção da segunda fase do Hospital de Beja”, assim como a “continuada depauperação” de outras unidades de saúde na região.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com