PCP questiona “usurpação de dias de férias” na TE Connectivity em Évora

PCP questiona “usurpação de dias de férias” na TE Connectivity em Évora

Quinta-feira, 11 Junho 2020
Alentejo

O PCP questionou o Governo sobre a alegada “usurpação de dias de férias” na fábrica de Évora da multinacional TE Connectivity, a antiga Tyco Electronics.

A pergunta agora divulgada pela Direção da Organização Regional de Évora (DOREV) do PCP foi enviada pelas deputadas Vera Prata e Diana Ferreira à ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho.

Segundo os comunistas, a administração da fábrica “desenrolou, durante o final do mês de março, um processo de usurpação de dias de férias aos trabalhadores”, ao “imputar quatro dias de férias aos trabalhadores, descontando-os, numa decisão unilateral da empresa”.

“O direito dos trabalhadores a férias não pode, de forma nenhuma, ser transformado num instrumento a utilizar pelas empresas em função dos seus interesses”, sublinha o partido.

O PCP diz ter conhecimento de que “existe um conjunto alargado de trabalhadores que, por este motivo, já atingiu o número total de dias de férias de 2020 e que, por motivos de uma nova paragem em férias de 07 a 15 de junho, a administração indicou que os trabalhadores devem tirar dias de férias de 2021”.

Considerando a situação “inaceitável”, as deputadas do PCP questionaram o Governo sobre que medidas vai tomar para garantir o respeito pelos direitos dos trabalhadores da fábrica da TE Connectivity, nomeadamente a não imposição de férias.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com