Poetisa Ana Luísa Amaral galardoada com Prémio Vergílio Ferreira 2021

Poetisa Ana Luísa Amaral galardoada com Prémio Vergílio Ferreira 2021

Quinta-feira, 17 Dezembro 2020
Alentejo

A escolha para o Prémio Vergílio Ferreira 2021, atribuído pela Universidade de Évora (UÉ), recaiu sobre a poetisa Ana Luísa Amaral, uma das mais relevantes da atualidade, anunciou hoje a academia.

Este galardão, instituído pela UÉ em 1996, incide sobre o conjunto da obra de um autor que se tenha distinguido nos domínios da ficção ou do ensaio.

Numa edição que contou com nomeações oriundas de sete instituições de dois países, o júri, reunido hoje remotamente, decidiu, por unanimidade, atribuir o Prémio Vergílio Ferreira a Ana Luísa Amaral.

A sua obra, segundo o júri do prémio, “memória e vindicação do feminismo português, desdobra-se em áreas tão diversas como a teoria e a prática literárias, reunindo, ainda, pelo diálogo que estabelece com a tradição clássica e contemporânea, um conjunto de qualidades que apresentam o melhor dos processos de identificação da nova sociedade portuguesa”.

Poeta, professora, investigadora e ensaísta, Ana Luísa Amaral está representada em inúmeras antologias portuguesas e é autora de vários livros de poesia, entre os quais “A génese do amor”, com o qual obteve em 2007 o Prémio Literário Casino da Póvoa/Correntes d’Escritas.

Foi ainda distinguida com o Grande Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores e galardoada, em Itália, com o Prémio de Poesia Giuseppe Acerbi. A sua poesia encontra-se traduzida para várias línguas.

Estudiosa da obra de Emily Dickinson, conta ainda com uma importante obra realizada no campo académico, da qual se destaca o ensaio” Dicionário da Crítica Feminista” em coautoria com Ana Gabriela Macedo, referência internacional que colocou Portugal no mapa dos Estudos Feministas.

O júri do Prémio que pretende homenagear o escritor de “Aparição” é presidido por Antonio Sáez Delgado e composto, nesta edição, por Ana Paula Arnaut (Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Pedro Serra (Faculdad de Filología da Universidad de Salamanca), Cláudia Teixeira (Universidade de Évora) assim como a crítica literária Anabela Mota Ribeiro.

Tal como nas edições anteriores, a cerimónia de entrega do galardão está agendada para o dia 01 de março, data em que se assinala o aniversário da morte do escritor Vergílio Ferreira (1916-1996), patrono do prémio e autor de “Aparição”.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com