PSD questiona Governo sobre urgência pediátrica em Évora

PSD questiona Governo sobre urgência pediátrica em Évora

Sexta-feira, 30 Outubro 2020
Alentejo

O PSD questionou o Governo sobre o serviço de urgência pediátrica do hospital de Évora e na pergunta faz duras críticas à gestão da unidade hospitalar.

Na pergunta, os deputados do PSD acusam a gestão do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) de ser “absolutamente desastrosa ao nível do funcionamento geral e da capacidade de atrair e reter médicos internos, demonstrando ainda total ausência de planeamento estratégico e de diálogo”.

“Não surpreende, assim, que o conselho de administração” do hospital de Évora “tenha, agora, decidido encerrar a urgência pediátrica, reduzindo-a a mero balcão de pediatria, integrado na respetiva urgência geral”, escrevem.

Os deputados do PSD mostram-se contra o novo modelo de atendimento do serviço de urgência pediátrica do HESE, com uma equipa de um pediatra e dois médicos com prática na área pediátrica, que entrou em vigor no dia 06 de outubro.

“Trata-se de uma decisão errada e que em muito prejudica os utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS) servidos por aquela unidade hospitalar, o que é particularmente grave quando estão em causa crianças e adolescentes doentes”, pode ler-se no documento.

O grupo parlamentar social-democrata considera ainda que a restruturação da urgência pediátrica constitui “um retrocesso de décadas na qualidade dos cuidados de saúde prestados à população infanto-juvenil de Évora e do Alentejo”.

“As famílias deixam de ter a garantia” de ver as crianças e adolescentes “atendidas por um médico especialista em pediatria, já que tal poderá ser assegurado por um interno da especialidade, que ainda nem sequer terminou a sua formação específica”.

Com a pergunta, os deputados do PSD querem saber, entre outras questões, por que razão foi encerrado o serviço de urgência pediátrica do HESE e se o Governo admite voltar a reabrir “um verdadeiro” SUP.

Qual a previsão de contratação de profissionais de saúde para o hospital de Évora, especialmente de médicos pediatras, nos anos de 2020 e 2021 é outra das questões colocadas pelos parlamentares sociais-democratas.

Foto: HESE

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com