Rádio: Novos mercados e fundos comunitários em debate no Congresso Nacional de Radiodifusão

Rádio: Novos mercados e fundos comunitários em debate no Congresso Nacional de Radiodifusão

Sábado, 10 Maio 2014
Nacional

“Perspectivar o futuro” é o tema de abertura do XIII Congresso Nacional de Radiodifusão. O encontro reúne, em Braga, perto de 200 congressistas que irão analisar ainda os 25 anos de legalização das radio livres, debater diversificação de plataformas de comunicação e a diversificação de mercados. Para o presidente da Associação Portuguesa de Radiodifusão e diretor da DianaFm, José Faustino, a rádio “entrou em força na internet, mas tem de produzir cada vez mais conteúdos híbridos e rentabilizá-los”.

A grande novidade para o setor prende-se com inclusão da rádio, pela primeira vez, nos programas comunitários de apoio. “Uma oportunidade que nunca tinha surgido” afirma José Faustino, e que “vai ermitir que rádio locais, regionais e nacionais possam fazer projetos para financiamento comunitario no âmbito do quadro comunitário Portugal 2020”.

O Congresso Nacional de Radiodifusão decorre durante este sábado, na Escola de Direito da Universidade do Minho e conta com a presença do Secretário de Estado Adjunto do Ministro-Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Pedro Lomba que participa também como orador no primeiro painel do dia dedicado ao tema “25 anos de legalização das rádios livres, analisar o passado, pensar o presente, perspectivar o futuro”.São ainda oradores, o ex-secretário de Estado Arons de Carvalho os diretores de rádios, Vasco Lagarto (Terra Nova), Justino Engana (Voz da Planicie), uís Montez (Grupo Lusocanal) e o jornalista e consultor de televisão José Fragoso, num debte moderado por Rui Pêgo. Para a tarde está reservado o debate sobre a diversificaçao de plataformas, conteúdos e meios, com a participação do Investigador da Universidade de Coimbra, Silvio Santos, do diretor da HiperFm, Pedro Lopes, do diretor da WayMedia, Carlos Marques, do diretor-adjunto de informação da Rádio Renascença, Pedro Leal e do diretor da APR Pedro Costa. A diversifiação de mercados será o último tema do encontro, com o Coordenador da Unidade de onitorização de politicas Publicas da Universidade de Évora, Paulo Neto, do diretor da Radio Onda Viva, Octávio Correia, do investigador da Universidade do Minho, Pedro Portela e do diretor-adjunto do Gabinente de Serviço Público Ética e Diversidade da RTP, Pedro Braumann.

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com