REN: Chineses e árabes acabam de formalizar entrada na gestora das redes energéticas

REN: Chineses e árabes acabam de formalizar entrada na gestora das redes energéticas

Quarta-feira, 22 Fevereiro 2012
Nacional
Os chineses da State Grid e os árabes da Oman Oil Company formalizaram hoje a aquisição de 40 por cento da REN – Redes Energéticas Nacionais, com a assinatura dos respetivos contratos de promessa de compra e venda.
Com o primeiro formalismo para a venda de uma participação pública de 40 por cento, o Estado recebe hoje uma primeira tranche de até 160 milhões de euros, de um total de 592,21 milhões de euros, o que representa um prémio de 150 milhões face ao preço do mercado.
Os chineses que adquirem uma participação de 25 por cento da gestora das redes energéticas e os árabes que compram 15 por cento celebraram também acordos de parceria estratégica com a REN.
Após esta fase de privatização, o Estado fica ainda na posse de 11,1 por cento dos títulos da REN, que o Governo pretende dispersar em bolsa quando as condições de mercado melhorarem.

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com