Saúde: Mais de 700 médicos formados mas sem acesso ao SNS

Saúde: Mais de 700 médicos formados mas sem acesso ao SNS

Quinta-feira, 08 Fevereiro 2018
Alentejo

Há mais de 700 médicos recém-formados que não podem entrar para o Serviço Nacional de Saúde, por não existirem concursos de contratação, de acordo com o bastonário da Ordem dos Médicos. Em Évora, Miguel Guimarães disse que a concorrência entre empregadores  é grande e o governo sabe disso. Os médicos estão sair para o setor privado e para o estrangeiro, por terem melhores condições mas também por não abrirem concursos no SNS. “É tão simples perceber que temos cerca 750 médicos, desde março/abril de 2017, à espera de um concurso hospitalar, em áreas em que dizemos ter falta de médicos e o Estado não lhes abre o concurso em 15 ou 30 dias para ficar com eles a trabalhar no SNS? Uma no depois continua sem haver concurso. Eles estão à espera do quê?”  Miguel Guimarães diz que “é uma vergonha” o que se passa e afirma que o  ministro da saúde tem de fazer frente ao ministro das finanças. Perante este um cenário, o bastonário da Ordem dos Médicos transmitiu, na cerimónia de receção organizada pela Ordem, aos novos internos no Hospital do Espírito Santo de Évora,  uma mensagem de perseverança face às adversidade de atuais.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com