Subsídios: Primeiro-ministro reconhece ser impossível antecipar ritmo ou forma de reposição

Subsídios: Primeiro-ministro reconhece ser impossível antecipar ritmo ou forma de reposição

Sexta-feira, 13 Abril 2012
Nacional
O primeiro-ministro reiterou hoje que os subsídios de Natal e de férias serão repostos após o período de vigência do programa de ajustamento, mas reconheceu ser neste momento impossível antecipar o ritmo ou a forma da reposição.
“A reposição dos subsídios de Natal e de férias será feita após o período de vigência do programa de assistência económica e financeira de forma gradual, em condições que são nesta altura impossíveis de antecipar”, afirmou.
Passos Coelho falava durante o debate quinzenal no Parlamento, em resposta a uma pergunta do líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro.
Frisando que neste momento “não vale a pena estar a perder tempo a conjeturar sobre o ritmo ou a forma como subsídios irão ser repostos”, Passos Coelho enfatizou que o Estado e o país têm todo o interesse em que essa reposição seja “o mais célere possível”.

Deixe um comentário

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com