Suicídio aumenta na população mais jovem no Alentejo

Suicídio aumenta na população mais jovem no Alentejo

Quarta-feira, 11 Setembro 2019
Alentejo

O suicídio está a aumentar na população mais jovem, até aos 35 anos, uma tendência mundial que também se verifica no Alentejo, apesar da prevalência se manter acima dos 60 anos.

“Temos uma prevalência maior no Alentejo a partir dos 60 e 70 anos”, mas “é uma preocupação evidente o aumento da taxa de suicídio associada às faixas da população mais jovens, que também se tem verificado em Portugal e no Alentejo”, afirmou à DianaFM a diretora do Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental do Hospital do Espírito Santo de Évora.

Por isso, sublinhou Madalena Serra, faz todo o sentido que seja aplicado o Plano Nacional de Prevenção do Suicídio.

A responsável lembra que este plano esteve suspenso até abril deste ano, sendo necessário aplicá-lo porque as taxas de suicídio têm vindo a aumentar.

“As taxas não têm diminuído, vinham a diminuir e nos últimos 10 anos tem vindo a aumentar”, assinalou.

Setembro é o mês escolhido para falar sobre a prevenção do suicídio.

A iniciativa “Setembro Amarelo” começou no Brasil em 2015 e já foi adotada em vários países europeus, como Portugal.

Em Évora, vão decorrer diversas ações sobre a o tema, nomeadamente colóquios, ações de promoção da literacia em saúde e alertas para melhoria dos cuidados prestados por centros de saúde e hospitais.

Comments are closed.