União de Sindicatos de Évora quer sindicalizar dois mil trabalhadores

União de Sindicatos de Évora quer sindicalizar dois mil trabalhadores

Quinta-feira, 18 Junho 2020
Alentejo

A União de Sindicatos do Distrito de Évora (USDE) quer sindicalizar mais dois mil trabalhadores nos próximos três anos.

O objetivo foi fixado pela nova direção da USDE, liderada por Tiago Aldeias, na Conferência Sindical, realizada ontem em Évora.

“Decidimos objetivos de sindicalização para os próximos três anos, assumindo um compromisso de duas mil novas sindicalizações, 200 mandatos de delegados sindicais e 100 novos mandatos de representantes para a saúde e segurança no trabalho”, afirmou.

No encerramento da 10.ª Conferência Sindical., a secretária-geral da CGTP, Isabel Camarinha, alertou para as consequências da pandemia da covid-19 nos trabalhadores portugueses.

“Mais de um milhão de trabalhadores teve cortes nos salários, temos mais 100 mil desempregados só neste período, a maioria deles trabalhadores com vínculos precários e que foram descartados pelas empresas e até pelo Estado”, referiu.

Enumerando as propostas da CGTP, a dirigente sindical considerou que as medidas adotadas pelo Governo não são suficientes.

“As medidas que foram aprovadas, nomeadamente as do Programa de Estabilização Económica e Social, continuam a não exigir, nem sequer para as empresas que tem os apoio, que haja a manutenção do nível do emprego”, realçou.

A 10.ª Conferência Sindical da USDE contou com a presença de 52 delegados de 12 sindicatos, além de representantes da Interjovem e da Inter-Reformados.

Foto: USDE/Arquivo

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com